22 de abril de 2020

A mídia paga como estratégia para alavancar o seu conteúdo

O provérbio popular já diz: quem não é visto, não é lembrado. É impossível, hoje,  produzir qualquer tipo de conteúdo ou encabeçar qualquer negócio que seja, sem pensar na concorrência e nas formas certeiras de se destacar diante de tanta oferta e informação. A publicidade, que sempre foi protagonista no lançamento de pessoas e produtos ao mundo, passou por muitas transformações, e hoje conta com ferramentas diversas de aparição e venda, principalmente on-line. Uma das soluções encontradas para a publicidade atual é a mídia paga, também chamada de “ads”, os anúncios.

O lançamento de campanhas, ou seja, o conteúdo produzido a ser veiculado, tornou-se muito popular com os anúncios pagos. Como o objetivo segue o mesmo – fechar negócios –, o alcance dessas campanhas é importante para muitas empresas. Qualquer profissional de marketing sabe que existem várias estratégias para que isso se concretize, mas a mídia paga com certeza merece um pouco mais de atenção.

Os ads visam a aquisição de leads, com potencial de conversão para tornar-se clientela. Ao contrário da mídia orgânica, a mídia paga está mais suscetível à uma segmentação funcional e de maior alcance, graças a estruturação das ferramentas em que ela se encontra, como o Google Ads e o Facebook Ads. Em suma, a mídia paga se autoexplica: é a mídia na qual você investe uma quantia de dinheiro, esta que será proporcional ao alcance que você busca ter. Todas as plataformas se manifestam de formas diferentes, com exigências e custos diferentes, mas no geral, é tudo bem similar e vai depender do seu interesse e do seu público.

Benefícios de investir em uma estratégia de mídia paga

O marketing de conteúdo e o marketing de atração possibilitam a criação de material relevante para atrair o seu público. Porém, a procura orgânica (que não é paga) costuma levar mais tempo para mostrar resultados satisfatórios, o que funciona menos ainda quando se há urgência pelo retorno do investimento. Por isso, investindo em mídia paga é possível obter resultados com maior agilidade. É o que chamamos de maior retorno do ROI, “Return On Investment” ou Retorno sobre Investimento; alguns minutos depois do lançamento, você já consegue ver mudança os indicadores. Essa é a primeira vantagem.

Além disso, as mídias pagas possuem relatórios mais bem desenvolvidos, com acompanhamento real, que ajudam a mensurar os resultados das campanhas e a mapear os futuros lançamentos. Uma outra relação positiva é a do custo-benefício, que se sobressai na contratação de anúncios. Com a mídia paga, é possível fazer mais, com menos, graças ao alto nível de segmentação das ferramentas de anúncios. Conheceremos um pouco delas em um tópico mais abaixo. 

A nível de esclarecimento, com segmentação, queremos falar sobre a capacidade de personalizar e selecionar públicos, de acordo com as mais diversas características. Tanto o Google, como o Facebook, permitem esse tipo de ajuste no plano de anúncio, para que a sua campanha tenha maior potencial de mirar no público certo. Se ainda possui alguma dúvida, dá uma lida no trecho da pesquisa a seguir.

93% das experiências de compra se iniciam com a pesquisa

A TNS Research International, uma das líderes em consultoria de Marketing no mundo todo, realizou uma pesquisa que aponta os hábitos dos brasileiros no processo de compra. No Brasil, os consumidores costumam consultar sites na internet antes de realizar uma compra, e comentam as suas experiências sobre produtos e serviços, ou seja, dão o famoso feedback.  Segundo o levantamento, 92% dos usuários pesquisam sobre produtos ou serviços em sites de e-commerce ou comparam preços lojas virtuais e 76% procuram essas informações em fóruns ou blogs. O estudo constatou também que 56% dos entrevistados escrevem em blogs, 42% leem blogs de pessoas desconhecidas, 63% comentam experiências sobre produtos e serviços e 52% acessam essas mídias para obter informações sobre o que pretendem comprar.

Saiba quais plataformas utilizamos aqui na Cósmica e porquê

Aqui na casa, o Google, Instagram e Facebook Ads são de nossa expertise. Acreditamos piamente no potencial dessas três ferramentas, que exigem um custo muito justo e atuam de forma promissora no lançamento de campanhas. O Google Ads, subside na plataforma do Google e é uma ferramenta já veterana na web. Como estamos falando na maior plataforma de buscas do mundo – o Google –, é possível imaginar a oportunidade de destaque que a plataforma de anúncios do site oferece. É possível realizar o manejo de vários serviços e sites com grande fluxo de usuários e visitantes. Além disso, o Google possui outras subsidiárias que dialogam com o site principal, e também podem ser utilizadas como plataformas de anúncios. No caso, o Google Play, o YouTube e todos os blogs que respondem, de alguma forma, ao Google, são potenciais hospedeiros de anúncios pagos através do Google Ads. 

Na verdade, o Google Ads permite anunciar de várias formas, e duas delas são os Anúncios em Aplicativos e os Anúncios no YouTube. Também é possível anunciar pela rede de navegação e através da Rede de Display.

Já o Facebook e o Instagram Ads, que abordamos em um mesmo bloco, uma vez que respondem à mesma empresa – o Facebook –, são as plataformas de anúncio existentes nas redes sociais mais utilizadas do mundo. A perspectiva de ambas é voltada ao alcance, e tudo é feito de maneira bem matemática. Aqui, a segmentação é bastante valorizada e colhe informações a partir do que é fornecido no cadastro das redes, como sexo, idade, localização e algumas preferências. É um grande pacote de dados.

Vale lembrar, ainda, que essas ferramentas permitem o diálogo com mecanismos externos, que ajudam na apuração dos dados de comportamento do usuário, principalmente enquanto consumidor. Além disso, segundo pesquisas realizadas pelo próprio Facebook com micro e pequenas empresas, 75% delas alegaram que as vendas aumentaram com o uso da rede social. 81% afirmaram que a plataforma ajuda a aumentar o alcance de forma única, e no Brasil, 86% das empresas confirmam que atraíram mais clientes com a rede.

Confira algumas dicas para construir uma estratégia com mídias pagas

Analise o perfil do seu cliente através de uma boa segmentação

Relembre a primeira frase desse artigo. Para que o seu cliente lhe veja, antes, você precisa traçar um perfil para ele. Faça uma boa segmentação do seu público. Dessa forma, você consegue entender os canais de comunicação utilizados pelo público, as redes sociais nas quais ele está presente e que tipo de conteúdo lhe agrada e lhe chama a atenção..

Defina um objetivo

Ser capaz de definir as próprias necessidades e a própria ambição é crucial para se chegar ao sucesso. Abra um documento em branco, e escreva lá as suas perguntas. O que o seu anúncio pretende fazer? Qual o diferencial? Quem deve vê-lo? Qual é o retorno esperado para a empresa? Se questionar é um exercício de autoconhecimento, e antes de investir em uma nova estratégia, como a mídia paga, você precisa ter esses objetivos bem definidos. 

Avalie o seu funil de vendas

Como uma das vantagens da mídia paga é justamente o Retorno sobre Investimento, essa é uma parte que naturalmente anima qualquer novo investidor em anúncios. Porém, é preciso ter controle dos custos, e investigar se o retorno em vendas está de acordo com as expectativas. Entender o resultado geral das campanhas é importante, mas é também preciso saber se esse alcance todo está virando fechamento de negócio.

Analise o tráfego do seu site

A análise dos dados de navegação na web, Web Analytics, já é fornecida por várias ferramentas, como o Google Analytics. É essencial ter uma dessas implementada em seu site, pois é através dela que muitos dados de comportamento de usuários são coletados e injetados nas suas informações de anúncio. E, claro, é através dessa análise que se compreende a origem do tráfego. Dessa forma, é possível levantar todos os dados necessários para definir qual mídia está rendendo mais.

Conteúdo de Qualidade

De pouco adianta confiar no investimento, se a qualidade criativa do conteúdo anunciado é baixa. Só o dinheiro que foi gasto não vai garantir boas vendas, as plataformas de anúncio não fazem mágica; mas já fazem a maior parte do trabalho. Por isso, faça testes e crie conteúdos versáteis, que permitam uma investigação precisa de qual linha criativa obtém melhores resultados.

Não hesite em nos procurar

A Cósmica trabalha com a mídia paga considerando todos os itens acima. Nós temos excelência em atendimento, em análise e em criação de conteúdo, seja textual ou gráfica. Se possui alguma dúvida sobre o assunto ou precisa de um diagnóstico próprio para o seu negócio, para investigar as estratégias mais adequadas, não hesite em nos procurar.

Você já pode dar os primeiros passos através de um diagnóstico de Marketing Digital gratuito, oferecido pela Agência Cósmica. Acesse o link, preencha o formulário rapidinho e converse com o nosso time de especialistas: http://bit.ly/diagnostico-cosmica